IOF Empréstimo: Não solicite um crédito antes de conhecer essa taxa!


Publicidade


Você sabe o que é um IOF empréstimo? Se você está pensando em solicitar um crédito para organizar suas finanças realizar sonhos ou expandir negócios é importante reconhecer este tributo.


Publicidade


Afinal, o IOF afeta diretamente o quanto você paga pelo empréstimo. Conhecê-lo ajudará a evitar surpresas desagradáveis ​​e a se organizar melhor para não se endividar.

Neste artigo explicaremos tudo sobre isso. Continue lendo e descubra o que é IOF, como funciona e como é feito o cálculo sob o empréstimo!


Publicidade


➜ Confira também: Noverde empréstimo pessoal: Crédito rápido de até R$ 4 mil online

IOF empréstimo: O que é?

Um empréstimo de IOF é um imposto federal que pessoas físicas e jurídicas devem pagar cada vez que processam qualquer linha de crédito.

Assim, os empréstimos pessoais, consignados e empréstimos com garantia e os créditos hipotecários estão sujeitos a este imposto.

Além de ser considerada uma importante fonte de renda para o governo, este imposto também é usado para gerenciar a economia do país.


Publicidade



Publicidade


Isso é possível porque o IOF serve como indicador da situação econômica de um país. Em outras palavras, quanto mais impostos são arrecadados, mais atividade. Isso significa que a economia está esquentando.

Qual o verdadeiro significado do IOF?

IOF significa “Imposto sobre Operações Financeiras”, é cobrado por diversas operações financeiras, não apenas por empréstimos.

Operações de swap, seguros, cartões de crédito, títulos e valores mobiliários também estão sujeitos a este imposto.


Publicidade


Justamente pelo alto custo de operação de uma instituição financeira, o IOF é um importante indicador financeiro para os governos.

Mas afinal, para que o IOF empréstimo serve?

O IOF é uma forma de os governos arrecadarem dinheiro para investir no País. Mas não é só isso!

A tributação foi criada em 1988 e adotada como a conhecemos em 1994 para regular a economia e administrar os mercados financeiros em um período de intensa aplicação e retirada.

A tributação dessas atividades reduziu as transações e a economia foi reequilibrada.

Além disso, analisando a lei de oferta e demanda de crédito interno o governo poderá ajustar as taxas de juros para equilibrar a economia.

Por exemplo, em 2020 o governo federal decidiu redefinir a operação de empréstimo do IOF para mitigar o impacto da pandemia de COVID-19. Afetando a eficiência econômica do país.

CET e IOF: qual a relação entre os dois?

O empréstimo do IOF faz parte do Custo Efetivo Total (CET), sendo a soma de todas as taxas cobradas pelo processamento do crédito.

A TEC é definida no contrato na forma de uma taxa de juros anual, e inclui todas as despesas incorridas na operação do empréstimo, como juros, despesas administrativas, seguros, IOF e outros custos cobrado dos clientes.

Portanto, além de saber o que é o IOF, é preciso também conhecer a CET, porque se considera apenas o custo total do empréstimo. Você pode determinar se a ação é realmente barata e caberá no seu bolso ou não.

➜ Veja mais: Empréstimo pessoal Pancredi: Confira como contratar online!

Quando é cobrado esse imposto?

Como vimos, o IOF incide sobre diversas operações financeiras, como empréstimos e financiamentos e deve ser pago por pessoas físicas e jurídicas.

Além deste caso os pagamentos de IOF também são relevantes para outras situações diárias, como:

  • Uso do cheque especial;
  • Cartão de crédito rotativo;
  • Compras com cartão de crédito internacional (online ou em viagens);
  • Taxa de câmbio estrangeiro;
  • Resgate de investimento;
  • Contrato de seguro.

Tabela de porcentagem do IOF

Atualmente, os valores de IOF das atividades financeiras são os seguintes:

      • IOF por cartão de crédito: 6,38%;
      • IOF empréstimos e financiamentos: 0,38%;
      • IOF de Seguro: até 25%;
      • IOF de Câmbio de: 1,1% do total;
      • IOF de Aplicação de zero a 96% do faturamento, dependendo do número de dias de assinatura.

➜ Você pode gostar: Como fazer empréstimo na caixa com nome sujo, é possível? Entenda!

Como fazer o cálculo do IOF empréstimo?

Se você solicitar um empréstimo, o IOF será deduzido com base no valor do empréstimo. O imposto de transação é de 0,38% mais o valor de 0,0082% ao dia.

No caso de empréstimo a pessoa jurídica, o imposto sobre vendas permanecerá o mesmo (0,38%), mas a taxa de juros diária do IOF é de 0,0041%, assim como o financiamento.

Também é importante observar que o máximo de 3% ao ano incide sobre as atividades de crédito para pessoas jurídicas e 6% para pessoas físicas.

Concluímos!

Após conhecer as regras para empréstimos com IOF, fica mais fácil entender quais impostos e despesas estão associados ao crédito. Isso ajudará você a obter uma imagem melhor do custo total real do trabalho.

A partir daí, você pode gerenciar melhor suas finanças. Assim, você sabe qual é o melhor momento para solicitar um empréstimo e quanto pode obter sem se arriscar a se endividar.

Confira Também

Carregando …