Caixa Econômica autoriza saque duplo pelo PIS/PASEP em 2022


Publicidade


O PIS/Pasep para o ano-base de 2020 ainda não foi sacado pelos funcionários. Conforme o Ministério do Trabalho e Previdência Social, 125.624 têm direito ao PIS e 353.100 têm direito ao Pasep.


Publicidade


Veja a seguir se você tem direito ao saque e como realizar todo o processo!

PIS/Pasep liberado para saque

Quase 500 mil funcionários deixaram de sacar os mais de R$ 400 milhões de abono salarial do PIS/Pasep do exercício de 2020. Do total, 152.911 abono salarial estão disponíveis para saque na Caixa por meio do Programa PIS, enquanto outros 318.372 estão disponíveis por meio do Programa Pasep no Banco do Brasil. A informação é do Ministério do Trabalho e Previdência.


Publicidade


São elegíveis ao abono o empregado que esteja inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e tenha trabalhado oficialmente há pelo menos 30 dias no ano-base utilizado para o cálculo, que consiste em uma remuneração média mensal de até dois salários mínimos.

O valor do bônus salarial é determinado pelo número de meses trabalhados sob carteira assinada durante o ano-base em questão. O menor pagamento é de R$ 101, enquanto o maior, correspondente a 12 meses de esforço, é de R$ 1.212. O prazo de retirada do benefício é de até 29 de dezembro de 2022.

Quem ainda não tiver sacado o abono poderá fazê-lo por meio do aplicativo e/ou plataforma de serviços “Carteira de Trabalho Digital” do Portal Gov.br. As informações do Abono Salarial na Carteira Digital são acessadas através das abas “Benefícios” e “Abono Salário” para confirmação do valor, dia e banco de recebimento.

O empregado que deixou de sacar o abono salarial do PIS/Pasep do ano-base 2019 ou 2020 ainda poderá solicitá-lo pessoalmente, por telefone, pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital ou por e-mail.


Publicidade



Publicidade


A solicitação presencial deve ser encaminhada em uma das unidades do Ministério do Trabalho e Previdência Social para que o valor seja encaminhado à Caixa Econômica Federal, no caso do Programa de Integração Social (PIS), ou ao Banco do Brasil, no caso do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep).

Confira também: Saque extra do FGTS 2022 já disponível: Veja como solicitar!

Quem é elegível para receber o PIS/Pasep?

Para ter direito ao PIS/Pasep, o trabalhador deve atender aos seguintes requisitos:


Publicidade


  • Precisa está inscrito no PIS/Pasep há pelo menos 5 ano;
  • Trabalhar por pelo menos 30 dias para uma empresa jurídico;
  • Receber uma remuneração média de até dois salários mínimos;
  • Ter os dados da Lista Anual de Informações Sociais (RAIS/eSocial) atualizados pelo empregador.

Não é elegível para o subsídio:

  • Trabalhadores rurais empregados por PF;
  • Empregados domésticos;
  • Trabalhadores urbanos contratados por pessoa física;
  • Trabalhadores empregados por pessoa física, comparada a jurídica.

Como realizar o saque do PIS/PASEP: Dinheiro esquecido na conta

Quem tem um valor guardado no banco, mas ainda não o retirou, deve buscar devidamente a reemissão do dinheiro esquecido.

Existem dois métodos para realizar um pedido:

  • Apresentar documento de identidade com foto em órgão do Ministério do Trabalho;
  • Via e-mail: [email protected], basta alterar a “uf” pela sigla do estado em que o interessado reside.

Se você não se inscrever até 29 de dezembro desde ano, terá que esperar até o início do próximo ano para realizar o cadastro.

O valor esquecido do PIS/PASEP é igual ao salário mínimo do ano-base, ou seja, o ano em que o cidadão trabalhou. O valor para quem trabalhou em 2019 é de R$ 998,00. Em relação ao trabalho de 2020, o valor é de R$ 1.039.

Saiba se você tem valor para receber: Consulte online!

Quem ainda não conferiu quanto dinheiro foi “esquecido” no banco, pode fazer uma consulta online. Quando é descoberto o valor de PIS/PASEP que não foi sacado, o próximo passo é realizar a solicitação.

A consulta pode ser feita nos seguintes canais:

  • Telefone 158;
  • Aplicativo Caixa Trabalhador;
  • Aplicativo BB Pasep;
  • Aplicativo de Carteira de trabalho digital.

Consultar meu PIS: Como fazer por meio da Carteira de Trabalho Digital?

Para acessar a carteira de trabalho digital, baixe o aplicativo. O Governo Federal produziu um aplicativo oficial com mais de 10 milhões de downloads. Com o app carregado em seu dispositivo móvel, você pode entrar no sistema através do seu cadastro no Gov.br.

Selecione a opção Contratos e clique no botão Mais em um dos contratos. Ao fazer isso, o sistema exibirá informações sobre o trabalho que o usuário escolheu. Entre as informações está o número do PIS/Pasep do cidadão.

Confira Também

Carregando …