Equilíbrio na medida
Existe uma diversidade de sabonetes para a região íntima da mulher

 

Assim como outras partes do corpo, a região íntima também demanda cuidado e atenção especial na higienização. Além da periodicidade da limpeza, é importante escolher os produtos corretos e ideais para essa finalidade. Há no mercado diversos tipos de sabonetes e inúmeras indicações. De acordo com o Guia sobre Higiene Íntima, da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO), a escolha das mulheres deve levar em consideração produtos que respeitem o pH ácido da região íntima, que  previnem a proliferação de bactérias, ajudando a evitar infecções e odores.
A diversidade de produtos e a falta de informação sobre o assunto pode confundir as mulheres nessa escolha. Confira a diferença entre os tipos mais comuns de sabonetes.
- Íntimo: A melhor opção são os produtos hipoalergênicos, apropriados para a higiene íntima, que reduzem a chance de ocorrência de quadros irritativos. Deve-se dar preferência aos líquidos, com pH ácido (pH entre 4,2 e 5,6) e que produzam pouca espuma.
- Normal: a maioria desses sabonetes tem pH alcalino. Produtos desse tipo podem prejudicar a camada ácida natural e protetora da região íntima. O uso contínuo pode irritar e agredir o ambiente sensível da região.
- Bactericida: são produtos extremamente alcalinos. Quando um sabonete desse tipo é usado na região íntima, a defesa natural é comprometida, deixando a região suscetível a micro-organismos e outras substâncias nocivas para o organismo.
Fonte: Sanofi / Foto: Divulgação

Assim como outras partes do corpo, a região íntima também demanda cuidado e atenção especial na higienização. Além da periodicidade da limpeza, é importante escolher os produtos corretos e ideais para essa finalidade. Há no mercado diversos tipos de sabonetes e inúmeras indicações. De acordo com o Guia sobre Higiene Íntima, da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO), a escolha das mulheres deve levar em consideração produtos que respeitem o pH ácido da região íntima, que  previnem a proliferação de bactérias, ajudando a evitar infecções e odores.

A diversidade de produtos e a falta de informação sobre o assunto pode confundir as mulheres nessa escolha. Confira a diferença entre os tipos mais comuns de sabonetes.

  • Íntimo: A melhor opção são os produtos hipoalergênicos, apropriados para a higiene íntima, que reduzem a chance de ocorrência de quadros irritativos. Deve-se dar preferência aos líquidos, com pH ácido (pH entre 4,2 e 5,6) e que produzam pouca espuma. 
  • Normal: a maioria desses sabonetes tem pH alcalino. Produtos desse tipo podem prejudicar a camada ácida natural e protetora da região íntima. O uso contínuo pode irritar e agredir o ambiente sensível da região. 
  • Bactericida: são produtos extremamente alcalinos. Quando um sabonete desse tipo é usado na região íntima, a defesa natural é comprometida, deixando a região suscetível a micro-organismos e outras substâncias nocivas para o organismo. 

Fonte: Sanofi / Foto: Divulgação

 

Conteúdo Exclusivo

Coloração impecável

As agressões externas podem comprometer a tintura dos cabelos. Saiba como manter a cor sempre viva

Leia mais

Equilíbrio na medida

Existe uma diversidade de sabonetes para a região íntima da mulher

Leia mais

Coceiras na gravidez

Algumas alergias são comuns durante a gestação. Porém, é possível evitá-las

Leia mais