Edição 37

Com a modificação do copo através da gravidez, as mulheres podem acabar com baixa autoestima. Porém, celulites, aumento de peso, estrias, flacidez e outras características associadas à gestação podem ser prevenidas ou tratadas através de tratamentos dermatológicos.
Cabe a dermoconsultora alertar a cliente que logo após o nascimento do bebê, a mãe já pode iniciar o processo estético para voltar ao seu corpo. De acordo com o dermatologista Fernando Passos de Freitas: “O que mais incomoda as mulheres logo após o parto são as gorduras localizadas e a flacidez da pele”.
Esta última acontece devido à perda de colágeno e elasticidade da pele provocadas pelo efeito sanfona natural nas gestantes, enquanto as gorduras localizadas são causadas por má alimentação e distribuição das gorduras no corpo. “Predisposição genética e disfunções hormonais também são inimigos do corpo da mulher”, diz o dermatologista.
Por isso, além de utilizar de hidratantes corporais e óleos para evitar que a pele fique desidratada e esteja mais propícia para o aparecimento de estrias, flacidez, etc., algumas outras dicas podem ser dadas para as consumidoras:
- Fibras: Uma dieta balanceada e rica em fibras ajuda na reconstrução do colágeno e firmeza da pele.
- Exercícios físicos: Durante a gravidez, as mulheres podem praticar hidroginástica, pilates ou yoga, desde que recomendadas pelos médicos. Os exercícios pós-parto também são necessários para recuperar a forma física.

posgravidez2.jpgCuidar da pele e do corpo é essencial 

Leia mais...

Porque indústria e varejo devem trabalhar juntos para alavancar as vendas de diversas categorias, como oral care
Por Ludmilla Pazian
Em todos os segmentos de Higiene Pessoal e Cosméticos, a união e parceria entre indústria e varejo faz a diferença – e na categoria de oral care não é diferente. Quem explica melhor é o gerente de marketing de Oral B, Felipe Melo: “a indústria e o comércio devem trabalhar em conjunto, sempre visando oferecer o sortimento de produtos corretos e a preço correto aos consumidores no mercado, entregando com essa parceria qualidade e satisfação aos consumidores”.
Para o profissional, uma união saudável entre os lados ainda acarreta em valor para todos os envolvidos no processo. “Para tanto, a indústria deve trazer sempre as inovações de mercado, garantir a distribuição e entrega dos produtos, enquanto o comércio deve garantir que os produtos estejam expostos corretamente nas gôndolas e atender as demandas do consumidor final”, ensina.
A gerente de Shopper & Gerenciamento por Categoria da Johnson & Johnson, Patrícia Gimenes, concorda com a tese de que a união entre indústria e varejo é fundamental para ambos os lados. “A indústria e o comércio devem trabalhar sempre em parceria, já que ambos têm um objetivo em comum: atender o consumidor da melhor forma possível”, avalia.
Segundo a gerente, a correta exposição dos produtos também é uma resposta necessária do varejo dentro do acordo. Confira, portanto, algumas dicas de como melhorar a distribuição dos produtos de oral care no ponto de venda e fortalecer sua parceria:
• Separar os produtos por subcategorias;
• Dentro de cada subcategoria, organizar por marcas;
• Na subcategoria dos antissépticos, cremes e fios dentro de cada marca, separar os produtos com benefícios – que atendem às necessidades específicas;
• No caso das escovas, separar e privilegiar a exposição dos produtos com maior tecnologia e atributos diferenciados.

Produtos higiene oralPorque indústria e varejo devem trabalhar juntos para alavancar as vendas de diversas categorias, como oral care

Leia mais...

Seja qual for a apresentação e o formato, os tonalizantes e colorações permanentes têm funções e indicações distintas
Seja para cobrir os cabelos brancos ou para reforçar e/ou dar brilho à cor, escolher corretamente o tonalizante ou a coloração permanente depende de uma série de fatores para os quais a dermoconsultora deve estar consciente e preparada para ajudar e orientar a consumidora.
A princípio, é preciso sempre lembrar que o tipo de produto indicado depende do qual resultado a consumidora pretende atingir: se só alterar a cor, se quer abaixar ou aumentar tons, se deseja cobrir todos os fios brancos ou só fazer luzes/reflexos, entre outras opções. A técnica da Amend, Maria das Neves de Souza, afirma que as colorações são mais duradouras e ideais para mudar radicalmente os tons capilares, saindo de acordo com o crescimento do cabelo. Já os tonalizantes devem ser usados somente tom sobre tom, pois sua pigmentação é mais baixa e menos agressiva, perdendo poder de fixação com o passar das semanas.
Mas, para que as clientes cheguem ao resultado desejado, é importante preparar bem as atendentes para saberem orientar as consumidoras quanto à correta forma de aplicação e a importância dos testes para atingir a cor desejada, além de alertar sobre as influências que as cores podem sofrer. “Importante frisar às consumidoras que o cabelo pode ou não ficar da cor apresentada na caixinha/cartela de cores, pois o efeito depende da condição atual do fio, se ele é mais ou menos grosso, se tem outras químicas ou outra tintura por baixo, além da genética. Todos esses itens, relacionados, influenciam no saldo final”, lembra Maria das Neves.

Pinceis e pote para tinturaSeja qual for a apresentação e o formato, os tonalizantes e colorações permanentes têm funções e indicações distintas

Leia mais...

Conteúdo Exclusivo

Pós gravidez

Com a modificação do copo através da gravidez, as mulheres podem acabar com baixa autoestima. Porém, celulites, aumento de peso, estrias, flacidez e outras características associadas à gestação podem ser...

Leia mais

União saudável

Porque indústria e varejo devem trabalhar juntos para alavancar as vendas de diversas categorias, como oral care Por Ludmilla Pazian Em todos os segmentos de Higiene Pessoal e Cosméticos, a união e...

Leia mais

Indicação correta

Seja qual for a apresentação e o formato, os tonalizantes e colorações permanentes têm funções e indicações distintas Seja para cobrir os cabelos brancos ou para reforçar e/ou dar brilho à...

Leia mais